Carregando...

UniSL recebe renomado professor para Seminário de Patologia

Início Notícia

No último dia 08 de outubro, os acadêmicos do 4º período de Medicina do Centro Universitário São Lucas, participaram de Seminário na disciplina Patologia II, com renomado Professor George Câmara Lopes, médico patologista e idealizador da Escola de Patologia. O convite foi realizado pela coordenadora do curso Profa. Ma. Rita de Cássia Alves Ferreira da Silva.

O objetivo da aula foi o de proporcionar aprendizado baseado em discussão de casos clínicos no qual os alunos puderam fazer a ponte entre o que é importante dentro da disciplina de patologia e o como isso vai refletir no dia a dia do médico.

O Professor George Câmara Lopes é Graduado pela Faculdade de Medicina de Marília, com residência médica em Anatomia Patológica no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Dentre suas realizações estão estágio eletivo no Jonhs Hopkins Hospital em Baltimore, MD, no Brigham and Women´s and Health Hospital em Boston, no Beth Israel Deaconess Medical Center em Boston, MA, no NIH em Bethesda, MD e no MD Anderson Cancer Center em Houston durante o ano de 2013.

Atualmente trabalha como médico patologista assistente do Laboratório LPC em Londrina, atuando com foco em patologia do trato gastrointestinal e urinário.

A Coordenadora do curso de Medicina, Profa. Rita de Cássia ressalta a importância de o acadêmico realizar a correlação entre as disciplinas estudadas e o futuro na vida acadêmica e profissional.

“Ao inserir casos reais dentro do conteúdo teórico da disciplina, ele conseguirá conectar o que está aprendendo em teoria com a aplicação prática tanto na vida acadêmica ou profissional dele, no qual esses conhecimentos serão aplicados”, ressaltou.

Para o Professor convidado George Câmara Lopes, a proposta da aula é ser muito mais do que meramente expositiva, mas um momento no qual o aluno interaja com o conteúdo e com o professor, fazendo com que ele tenha a possibilidade de absorção do conteúdo de forma mais rica.

A proposta visa analisar o conteúdo e destrinchá-lo, partindo da premissa de que é preciso resgatar as matérias das cadeiras básicas, contextualizando-as, dentro do caso clínico em estudo.

“O estudo do caso clínico de um paciente com doença pulmonar obstrutiva crônica infectada por uma pneumonia, algo que é extensamente comum na vivência prática, vai servir para ele tanto na vida acadêmica, internato, ambulatório, mas também na prática como médico. É um conteúdo para ele se embasar na vida profissional depois de formado”, concluiu.

Vamos Conversar?