Carregando...

Cursos de Engenharia e Arquitetura São Lucas realizam 1o concurso de Pontes de Macarrão

Início Notícia

No dia 09 de maio, os alunos de Arquitetura e Engenharia do Grupo Educacional São Lucas participaram do Concurso de Pontes e Estruturas Metálicas no Campus II da Instituição. A atividade fez parte do encerramento da 3ª Jornada de Engenharias e Arquitetura e foi promovida pela Coordenação de Extensão (COEX) em conjunto com as Coordenações dos cursos de Engenharia e Arquitetura e Urbanismo.

O concurso voltado para turmas de Engenharia (Produção, Civil e Elétrica) e Arquitetura e Urbanismo tem como premissa produzir pontes com macarrão espaguete número 07 dentro de especificações previstas em edital como por exemplo peso máximo de 1Kg, altura máxima de 0,50m, comprimento máximo de 1m e largura máxima de 20cm.

O objetivo da atividade é fomentar a criatividade, o espírito desportivo e incentivar os alunos a realizarem atividades práticas que agreguem maior conhecimento a sua formação profissional. A construção da ponte de macarrão trabalha a interdisciplinaridade entre muitas disciplinas de estruturas, materiais e Projeto Integrador, além de exigir análise quanto a geometria a ser escolhida.

As equipes produziram pontes que pudessem suportar a maior carga possível, para vencer o concurso. Os pesos foram aplicados gradativamente pelos próprios integrantes das equipes até que a ponte se rompesse. O diferencial de cada projeto estava na estrutura apresentada.

A ponte vencedora, apresentou o total entre o peso suportado e o tamanho da estrutura no total de 109,5 kg até se partir, causando euforia em todos os presentes.

Para o aluno José João Menezes dos Reis, 1º período de Engenharia Civil e representante da equipe com a ponte vencedora do concurso, atribuiu vitória a análise do material utilizado e a estrutura utilizada.

“No início, trabalhamos em cima dos cálculos para descobrir qual seria o ângulo melhor para trabalhar e fazer os nós, ou seja, as emendas da ponte. Esperávamos que ela suportasse por volta de 50 quilos”, explicou o aluno.

De acordo com a Professora Natália Neves a atividade é importante primeiramente pelo conhecimento, prática do trabalho em equipe e o despertar de grandes ideias nos alunos participantes.

“Neste quesito a Instituição ganha mais um evento oficial em seu calendário e a possibilidade de sediar um evento ainda maior nas próximas edições, abrindo o concurso para alunos de outras instituições do município podendo divulgar tanto o curso como a instituição, como referência em Engenharia”, ressaltou a Professora Natália.

O concurso foi realizado com uma das atividades principais da 3ª Jornada de Engenharias e Arquitetura, que teve início no dia 03 de maio, com a presença de figuras importantes no meio como Coordenadora do Curso de Arquitetura, Profa. Ma. Luciana Ramalhão, Coordenadora dos cursos de Engenharias, Profa. Ma. Jayne Piovesan; a conselheira do Conselho de Arquitetura de Urbanismo (CAU) Daniele Carneiro e pelo presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), Carlos Antônio Xavier.

O objetivo da Jornada, foi proporcionar aos alunos aperfeiçoamento profissional e uma visão geral a respeito das diversas áreas do conhecimento para os cursos de Arquitetura e Engenharias por meio de atividades como palestras, mini cursos, visitas técnicas e os Concursos de Charrete e Pontes de Macarrão.

As palestras e mini cursos foram planejadas de modo a contribuir na formação técnica dos alunos e proporcionar a eles o contato com a realidade do profissional de Arquitetura e Engenharias, bem como entender como o mercado dessas profissões funciona.

De acordo com Profa. Ma. Jayne Piovesan, coordenadora dos cursos de Engenharia, a III Jornada da Arquitetura e Engenharias, agora com o corpo das Engenharias está mais forte, somando a Engenharia Elétrica e Engenharia de Produção, desta forma jornada proporciona aos alunos novos conhecimentos, que reforçam o que eles vivenciam em sala na teoria e na prática, mas

“Sempre procuramos trazer novidades do mercado de trabalho, além de oficinas e visitas técnicas. O primeiro concurso da Ponte de Macarrão foi uma destas inovações, e foi muito bom ver o empenho das equipes participantes e a integração entre os cursos. Durante o planejamento e construção das pontes pelas equipes, foi possível perceber que todos os integrantes aplicaram as habilidades e competências que desenvolveram em disciplinas já estudadas durante os cursos”, concluiu a professora.

 

Confira as fotos do evento: http://bit.ly/2E1oTGu

Vamos Conversar?