Faculdade São Lucas

PRE_TITLE_DEFAULT - TITLE_DEFAULT

NOTÍCIA

FALE CONOSCO: (69) 3211-8001

UNISL realiza Testes Rápidos para detecção de Hepatites Virais

Publicada em 28/07/2017 por Assessoria de Imprensa

UNISL realiza Testes Rápidos para detecção de Hepatites Virais

 

Julho Amarelo foi instituído internacionalmente, como o mês de conscientização e combate às hepatites virais. Por isso, o Centro Universitário São Lucas realizou nos dias 26 e 27 de Julho, em suas dependências, testes rápidos paradetecção de HIV, Sífilis, Hepatite B e C, disponíveis aos colaboradores, acadêmicos e comunidades vizinhas. Foram realizados, ao todo, 800 testes em 200 pessoas, além de orientação quanto ao processo de infecção e os meios preventivos.Para a realização do Teste Rápido, todos os profissionais foram devidamente capacitados pela AGEVISA e o Núcleo de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis).A ação contou, ainda, com a colaboração de enfermeiros, professores e acadêmicos da IES. O evento é promovido anualmente e já faz parte do calendário de ação do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho).

“Ao nos mobilizarmos para essas ações, pensamos em promover qualidade de vida ao nosso público. A detecção precoce destas doenças é fundamental para o cuidado e assistência correta a cada um dos casos, além de orientarmos e conscientizarmos sobre os meios de contaminação e os riscos da exposição”, afirmou Vanessa Virgulino, enfermeira do SESMT e organizadora da ação.

 Bruna Sales, acadêmica de Medicina no UniSL, realizou o teste e elogiou a iniciativa: “Esse tipo de ação é importante, tendo em vista, a dificuldade que as pessoas têm de irem ao posto de saúde sem que elas apresentem sintomas. A probabilidade de realização do teste é maior quando se traz esse exame ao cotidiano delas, como no meio acadêmico. A pessoa que vai a alguma unidade de saúde, talvez não tivesse o mesmo tratamento como alguém que já se encontra doente, por isso, esse tipo de ação facilita muito um possível diagnóstico”.

 

Hepatites Virais

A campanha “Julho Amarelo” teve essa cor escolhida, pois é o tom em que geralmente os olhos dos infectados ficam, quando a doença se manifesta no fígado. Existem seis tipos de hepatites: A, B, C, D, E e G. Cada uma delas é provocada por um tipo de vírus e possuem formas diferentes de prevenção e tratamento. As formas de contaminação podem ser diversas. No caso da Hepatite B, a transmissão pode ser por transfusão de sangue, relações sexuais sem proteção com uma pessoa infectada, pelo leite materno e durante a gestação, além do compartilhamento de materiais perfurantes ou cortantes com agulhas, seringas, lâminas, alicates de unha, escovas de dente etc. Alguns tipos de hepatite não apresentam sintomas, mas existem pontos que podem ser observados como: febre, náuseas, icterícia, perda de apetite, vômito, erupção cutânea, possíveis dores abdominais e nas articulações, urina escura e leve aumento do fígado. Porém, para a confirmação total sobre uma possível contaminação, o indivíduo precisa procurar um médico e solicitar exames para um diagnóstico preciso. O teste para descobrir a existência do vírus é rápido e seguro, realizado através de uma simples amostra de sangue e fica pronto dentro de alguns minutos. 

Copyright © 2017 | Faculdade São Lucas