Centro Universitário São Lucas

PRE_TITLE_DEFAULT - TITLE_DEFAULT

NOTÍCIA

FALE CONOSCO: (69) 3211-8001

Entrevista com a Biomédica Juliana Vieira Frezza

Publicada em 21/11/2016 por Departamento de Comunicação e Marketing (NUC)

Dia 20 de novembro é comemorado o dia do Biomédico, profissional que identifica, classifica e estuda os agentes causadores de enfermidades e desenvolve ou aprimoram meios de combatê-los.

Para comemorar a data, o Centro Universitário entrevistou a Biomédica Juliana Vieira Frezza, egressa e docente do UNISL.

 

Confira a entrevista dessa profissional que muito nos orgulha:

 

UNISL: Como foi sua trajetória profissional até hoje?

Biomédica: Formei em Biomedicina em 2006, e meu primeiro emprego foi em 2007 como gerente técnica do Laboratório São Lucas, foi algo desafiador pra quem tinha acabado de sair da Graduação, permaneci lá por 5 anos. Em 2008 finalizei minha especialização em citologia oncótica e endócrina pelo Centro Universitário São Lucas. Em 2009 iniciei na docência também no UNISL. Em 2010 finalizei o meu mestrado em Biologia Odontológica pela UNITAU.

Em uma passagem rápida pelo interior entre 2012 e 2013 trabalhei no laboratório Mater dei em Ouro Preto. Em 2013 assumi o concurso do estado como Biomédica, lotada no Hospital de base de Porto Velho.

Em 2014 retornei como docente do Centro Universitário São Lucas do curso de Biomedicina. Hoje, sou gerente do Núcleo de Patologia Clínica do Hospital de Base, e Delegada do Conselho Regional de Biomedicina da 4ª região em Rondônia.

 

UNISL: Por que a senhora resolveu estudar Biomedicina? Onde se formou?

Biomédica: Minha paixão sempre foi análises clínicas, e a citologia oncotica, então quando descobri que a Biomedicina já era ofertada no estado prestei o vestibular, me formei na segunda turma de Biomedicina do Centro Universitário São Lucas.

 

UNISL: O curso era como imaginava?

Biomédica: Na verdade até mais, me realizei completamente no curso, tive excelentes professores, descobri a cada semestre que a biomedicina era muito mais que análises clínicas.

 

UNISL: Em seus anos de carreira qual foi o momento mais marcante?

Biomédica: Bom, nesses 10 anos tive alguns momentos muito importantes, dentre eles o convite para ser Gerente do Laboratório do Hospital de Base e com certeza o convite para representar o Conselho Regional de Biomedicina em Rondônia, com tantos profissionais excelentes e renomados no estado ter sido convidada foi realmente muito marcante.

 

UNISL: Qual a sua avaliação do mercado de trabalho hoje? Está muito competitivo? Tem emprego para todo mundo?

Biomédica: O mercado está cada vez mais competitivo, porém ainda há espaço para profissionais que estejam dispostos a nunca parar de estudar, especializar e trazer algo diferente a Biomedicina têm 35 habilitações, portanto, de acordo com o perfil de cada biomédico podemos ter emprego nas diversas aéreas que o cursos oferece.

 

UNISL: Em sua opinião, quais características um profissional tem que ter ser um bom Biomédico? E quais dicas a senhora daria para quem quer seguir essa profissão? 

Biomédica: Acima de tudo amor à profissão, pois quando amamos o que fazemos temos as ferramentas necessárias para o sucesso: dedicação, responsabilidade e a vontade de sempre fazer o melhor.

Sempre digo aos meus alunos que temos que ter espírito de equipe, e devemos buscar sempre o conhecimento, seja através de palestras, cursos, congressos, finalizar a graduação não é o fim, mas o começo de outra jornada, que requer a continuidade do estudo, de aprofundar nossos conhecimentos.

Eu diria que é uma profissão do futuro, conta excelentes profissionais renomados, que vem sendo destaque nas pesquisas científicas nacionais, que além das análises podemos atuar em outros segmentos, o que torna um curso atrativo e uma profissão encantadora.

Copyright © 2017 | Faculdade São Lucas