Centro Universitário São Lucas

PRE_TITLE_DEFAULT - TITLE_DEFAULT

Medicina

COORDENAÇÃO: (69) 3211-8046

Perfil do curso

O CURSO

O Curso de Medicina do Centro Universitário São Lucas propõe formar profissionais com habilidades, competências, atitudes e comportamentos que visem à promoção e a manutenção da saúde da comunidade em geral, proporcionando forte formação ética e humanística; promovendo a formação técnica e científica profissional; promover formação multi e interdisciplinar; capacitando para atuação em equipes multiprofissionais; capacitando para o planejamento, administração e execução dos serviços de saúde pública, privada e das áreas clínicas; promover o hábito de formação continuada; capacitando para atuar na promoção da saúde, prevenção das doenças e reabilitação dos indivíduos doentes; capacitando para assumir atitudes críticas permanentes em relação à dinâmica nosológica e aos sistemas existentes de prestação de serviços da saúde. 

 

METODOLOGIA

O currículo do curso de Medicina foi concebido e atualizado considerando as Diretrizes Curriculares Nacionais estimulando a inovação metodológica, sendo organizados a fim de desenvolver as habilidades e competências para formação profissional cidadã. Assim a articulação do fazer pedagógico com o uso de novas tecnologias, a flexibilização e a interdisciplinaridade curriculares são fundamentais para a prática interprofissional, propiciando aos alunos a integração prática/teoria e permitindo uma nova forma de ser, fazer, conhecer e conviver. A organização didático-pedagógica do curso de medicina do Centro Universitário São Lucas inclui a problematização por meio da metodologia de projetos com foco na aprendizagem significativa dos alunos e na mediação da aprendizagem pelo professor.

Saiba mais sobre o modelo acadêmico do UniSL: Clique aqui

 

AVALIAÇÃO

A avaliação da aprendizagem é feita por disciplina, abrangendo os aspectos de frequência e aproveitamento. É mensurada por Atividades Práticas Supervisionadas (APS) e Demais instrumentos Avaliativos (DEM.AV) para a composição de notas parciais referentes ao 1º e ao 2º bimestres, denominadas (N1) e (N2), respectivamente.

No final de cada semestre, no âmbito dos cursos no UniSL, ocorre a Avaliação Integrada, com o  objetivo de fechar a avaliação das habilidades e competências em relação aos conteúdos disciplinares e situar com que nível de proficiência dominam as competências avaliadas.

Há também outros instrumentos avaliativos, como a avaliação global que é simulada aos moldes do ENADE, e a avaliação de habilidades, que ocorre em situações simuladas por meio do OSCE (Objective Structured Clinical Examination) e realísticas por intermédio da aplicação de Mini-CEx (Mini Clinical Examination). O OSCE, exame clínico objetivo e estruturado, ocorre ao final de cada semestre, abrangendo as áreas de Clínica Médica e Pediatria, Clínica Cirúrgica e Ginecologia e Obstetrícia e Atenção Primária à Saúde.

Conheça mais sobre o OSCE: Clique aqui

Conheça mais sobre a Avaliação Integrada: Clique aqui

 

INFRAESTRUTURA DE LABORATÓRIOS E CLÍNICAS 

Os laboratórios e clínicas do Centro Universitário São Lucas estão equipados para utilização nas diferentes práticas, atendendo as normas de biossegurança e ABNT além de contarem com regulamento próprio.

Os laboratórios especializados incluem os laboratórios de ciências básicas, laboratório de habilidades e ambulatórios assistenciais.

Conheça o Laboratório de Habilidades: Pasta 1, Pasta 2, Pasta 3, Pasta 4, Pasta 5

 

PERFIL DO EGRESSO

Baseado nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina, o perfil idealizado do aluno do Curso de Medicina é o do Profissional com a formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capaz de atuar pautado em princípio ético no processo de saúde-doença em seus diferentes níveis de atenção. Sua ação deverá dar ênfase aos atendimentos primários e secundários, na perspectiva da hierarquização e da integralidade da assistência, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotores da saúde integral do ser humano. Portanto, médico com visão clínica holística e alta capacidade de resolução com competência para atender, elaborar a observação completa de pacientes, propor a conduta diagnóstica, após elaboração do diagnóstico diferencial e escolha da hipótese principal ou, se for o caso, encaminhá-lo corretamente para o especialista. O médico deverá ter competência para sugerir a conduta terapêutica em inúmeras situações clínicas, inclusive das doenças que compõem o quadro nosológico com repercussão em saúde pública na região.

Copyright © 2018 | Faculdade São Lucas